12 novembro, 2012

Erasmo recebe escritor Santareno que lança o livro "Roteiro de uma vida"

Gumercindo Rebelo, Estemir Vilhena, Erasmo Maia e Heriberto Santos

O Santareno Estemir Vilhena da Silva  residente em Camburiú - Santa Catarina estará  lançando seu livro denominado de "Roteiro de uma vida", o evento será no ás 19 hs do dia 20 de novembro no Museu João Fona.
Estemir foi árbitro de futebol em Santarém nos anos de 1957 à 1963, saindo de Santarém fez parte do quadro de árbitragem da Federação Gáucha de Futebol, hoje retorna a Santarém para lançar seu livro e conta com apoio da Academia de Letras e Artes de Santarém.

06 novembro, 2012

COMPETÊNCIA E PERSISTÊNCIA

Vereadores Henderson Pinto, Erasmo Maia e Jailson do Mojuí
Os vereadores Henderson Pinto e Erasmo Maia que fizeram oposição dutrante dois mandatos e Jailson do Mojuí nos  últimos quatros anos de administração do PT em Santarém, voltaram com respaldo político em alta, Henderson Pinto obteve 3.616 votos e Erasmo Maia 2.306 enquanto que Jailson do Mojuí 8.653 (68,03%) da votção do novo município.

30 outubro, 2012

Lixo: Cadê o Ministério Público?

Acúmulo de lixo doméstico nas ruas de Santarém pode acarretar prejuízos à saúde pública

A efetivação de políticas públicas adequadas em prol do saneamento básico, bem como os direitos fundamentais à vida, à saúde, ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, albergados pela Constituição Federal de 1988, é fundamental para o desenvolvimento econômico e social do nosso Município, que mais do que nunca vindica ações estatais eficazes em termos de oferecimento de serviços de saneamento básico.
Nos últimos dias tem sido notório o grande acúmulo de lixo doméstico nas ruas de Santarém, principalmente nos bairros da Prainha e Cohab, em virtude da paralisação do serviço de limpeza prestado pela empresa terceirizada Clean e, mais alvitante, ainda, é a inação do Poder Público Municipal que silencia ante a questão que ganha dimensão de problema de saúde pública, vulnerando sobremaneira a higidez do meio ambiente urbano.
Serviços essenciais: Impende destacar que esta captação e o tratamento de esgoto e lixo são tidos como serviços ou atividades essenciais (Art. 10, inciso VI, da Lei 7783/89), cuja prestação deverá ser garantida em quaisquer circunstâncias em razão da fundamentalidade material do direito ambiental, eis que a prestação de tais serviços é indispensável ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, caso não atendidas expõem a perigo iminente a saúde da população.
Com efeito, as prestadoras dos serviços essenciais de esgoto e de limpeza, a exemplo da empresaClean, que se submeteu a processo de licitação pública, logo em tese deveria prestar o melhor serviço, também não podem incidir na descontinuidade desse tipo de serviço, a não ser em circunstâncias muito especiais. A Lei nº 8.987/95 prevê a possibilidade de interrupção do serviço público em situação de emergência por motivo de “ordem técnica ou de segurança das instalações” (art. 6º, § 3º, I), o que não é o caso.
Vida digna e saudável: In casu, o serviço de limpeza e coleta de lixo é essencial numa perspectiva real e concreta de urgência. E, por se revestir dessa urgência é proibido pela norma jurídica sua descontinuidade, vez que as pessoas precisam de saneamento básico, aí incluído a captação e o tratamento adequado do lixo para ter uma vida digna e saudável. Essa é a preocupação do sistema jurídico-normativo, entendido como um conjunto harmônico de regras e princípios, centrados no núcleo difuso da dignidade humana.
Com efeito, a norma constitucional veda terminantemente que isso ocorra. Primeiro porque o meio ambiente no qual vive o cidadão – sua residência, seu local de trabalho, sua cidade – deve ser equilibrado e sadio (CF/88, art. 225). É desse meio ambiente que decorre, em larga medida, a saúde da pessoa e consequentemente sua vida sadia, tudo garantido constitucionalmente. E se para a manutenção desse meio ambiente e da saúde e vida sadia do indivíduo têm de ser fornecidos serviços públicos essenciais, eles só podem ser ininterruptos. Logo o corte do serviço gera uma violação direta ao direito do cidadão e indiretamente à própria sociedade.
Lixo acarreta doenças: É evidente que o lixo espalhado por toda a cidade além de poluir o meio ambiente urbano acarreta o surgimento de doenças que ameaçam iminentemente a saúde dos munícipes. Daí, numa análise global da possível economia do sistema de administração da justiça distributiva, é evidente que é mais custoso para o Estado ter de amparar a família que adoeceu por falta do fornecimento dos serviços essenciais de prestação do serviço de esgoto e limpeza do que fornecê-lo gratuitamente, adotando medidas de prevenção.
Ademais, a norma jurídica infraconstitucional mediante a Lei 11. 445/2007, que disciplina o saneamento ambiental, é clara ao dispor que os serviços públicos de saneamento básico serão prestados com base nos seguintes princípios fundamentais: a universalização do acesso e o esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos realizados de formas adequadas à saúde pública e à proteção do meio ambiente, impondo sua concretização aos titulares dos serviços públicos de saneamento básico, sejam entes públicos diretamente ou concessionárias, permissionárias prestadoras de serviços desta natureza, podendo inclusive as entidades federativas (Município, p. ex.) intervir e retomar a operação dos serviços delegados, por indicação da entidade reguladora, nos casos e condições previstos em lei e nos documentos contratuais.
Cumpre lembrar que regime jurídico dos contratos administrativos instituído pela Lei 8.666/93 confere à Administração em face do contratado a prerrogativa de nos casos de serviços essenciais ocupar provisoriamente bens móveis, imóveis, pessoal e serviços vinculados ao objeto do contrato, na hipótese de rescisão do contrato administrativo (art. 58 da Lei 8666/93). É a denominada encampação, também chamada de resgate, consistente na retomada coercitiva do serviço pelo poder concedente. Ocorre durante o prazo da concessão e por motivo de interesse público. É vedado ao concessionário oposição ao ato, contudo, tem direito à indenização dos prejuízos efetivamente causados pelo ato de império do Poder Público, cujo parâmetro de cálculo está disposto no art. 36 da Lei nº.8.987/95 (MEIRELLES, Hely Lopes. Direito Administrativo brasileiro. 33ª ed. São Paulo: Malheiros. 2007. p.400).
Irresponsabilidade da Prefeitura e abuso da Clean: Em última análise, a proibição normativa da interrupção do serviço de coleta de lixo busca assegurar a intangibilidade da dignidade da pessoa humana (art. 1º, III), da garantia à segurança e à vida (caput do art. 5º), que tem de ser sadia e de qualidade, em função da garantia do meio ambiente ecologicamente equilibrado (caput do art. 225) e da qual decorre o direito necessário à saúde (caput do art. 6º do CDC), direitos esses vulnerados pela irresponsabilidade do Poder Público Municipal de Santarém e pelo abuso de direito da empresa Clean, em razão da descontinuidade do serviço de limpeza essencial e urgente.
A coletividade santarena, portanto, é titular do direito ambiental fundamental à sadia qualidade de vida e como credora desse serviço cobra não só do Poder Público Municipal uma medida saneadora, mas também vindica ao Ministério Público do Estado à adoção de medidas cabíveis à garantia do serviço essencial de esgoto e limpeza, lembrando que dentre suas funções institucionais incumbe ao Parquet “zelar pelo efetivo respeito dos serviços de relevância pública aos direitos assegurados nesta constituição (CF/88, art. 129, II), dentre eles o direito ambiental que reflete diretamente na saúde de todos os munícipes que habitam essa “Terra Querida”.
Fonte: RG15

29 outubro, 2012

Alexandre Von Participa de Feira Internacional de Negócios Cooperativos


A convite da Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado do Pará - OCB/PA - e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo - SESCOOP/PA -, estarei participando esta semana, no período de 30/10 a 04/11, da ICA Expo 2012 (Feira Internacional de Negócios Cooperativos) em Manchester, na Inglaterra, evento q
ue marca o final das celebrações do Ano Internacional das Cooperativas, instituído pela Organização das Nações Unidas - ONU. Além de dirigentes do Sistema Cooperativista do Estado do Pará, participam da Comitiva o Secretário Especial de Estado de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção Sidney Rosa, a Presidente da EMATER/PA Cleide Amorim, o Presidente da OCB/PA Ernandes Raiol, o Superintendente do SESCOOP/PA Manoel Teixeira e o Deputado Estadual Milton Zimmer (PT/PA).


Em seguida, a Comitiva visitará a Universidade de Alicante, na Espanha, importante Centro de Estudos de Cooperativismo na Europa, que mantém intercâmbio com a Universidade Federal do Pará.

O Cooperativismo pode ser um aliado sem igual do desenvolvimento do Município. É uma cultura pouco difundida na nossa cidade e em nossa região. A Prefeitura de Santarém, a partir do ano que vem, será parceira das Cooperativas santarenas, mantendo uma estreita relação, procurando aumentar ao máximo a eficiência de todos os trabalhos realizados a partir de negócios cooperativos.

25 outubro, 2012

Vereador Erasmo Maia cobra da prefeitura a manutenção dos serviços básicos


Os vereadores Erasmo Maia (DEM) e Valdir Matias Junior (PV), na Tribuna cobram efetividade nas ações do governo municipal, que está em final de mandato.
Segundo os vereadores, em pronunciamentos feitos na Tribuna é importante que o atual governo que só termina no dia 31 de dezembro, possa continuar com suas atividades normais.
Informam os parlamentares de que, há noticia de alguns serviços de fundamental importância para o dia-a-dia da cidade, que seriam paralisados, entre eles a coleta do lixo.  
O vereador Valdir Matias, disse ter informação de que a empresa coletora do lixo estaria desde o mês de julho, sem receber o pagamento e, com isso sem condições de dar manutenção nos carros coletores.
Erasmo e Valdir chamam a atenção da gestão municipal para o problema, que eles consideram um serviço de fundamental importância e que não pode ser interrompido. 
Matias Júnior disse estar avisando a equipe de transição do governo, “para que cuide e se preocupe com essa situação e a cidade não fique numa condição de sujeira, com todos os problemas causados pelo lixo”, adverte.
Os parlamentares dirigiram-se diretamente a Secretaria Municipal de Infraestrutura, que de acordo com eles, é a quem cabe à responsabilidade da coleta do lixo em Santarém.

Fonte: CMS

O que ele disse


"É só o indivíduo que mora no morro e sai atirando loucamente pela cidade que abala? A prática de crime de formação de quadrilha por pessoas que usam terno e gravata me traz um desassossego ainda maior."
Joaquim Barbosa (na foto), ministro do Supremo Tribunal Federal e relator do processo do mensalão, ao expor seu entendimento de que alguns réus cometeram o crime de formação de quadrilha

23 outubro, 2012

DEMOCRATAS DE SANTARÉM É SEGUNDA FORÇA POLÍTICA NA ELEIÇÃO NOMINAL PROPORCIONAL 2012


PARTIDO
NÚMERO
VOTOS NOMINAIS
PSDB
45
19.937
DEM
25
13.541
PT
13
12.392
PP
11
11.818
PMDB
15
10.405
PSB
40
9.684
PSC
20
9.363
PDT
12
8.491
PSD
55
7.717
PRTB
28
5.263
PV
43
5.157
PR
22
3.546
PSOL
50
3.139
PPS
23
3.152
PRP
44
2.678
PTB
14
2.501
PRB
10
2.287
PC do B
65
2.277
PSL
17
2.025
PMN
33
1.763
PTN
19
1.050
PSDC
27
694
PT do B
70
360
PPL
54
86
PTC
36
































SEÇÕES ELEITORAIS EM SANTARÉM  - 669
Nº DE ELEITORES  193.870
Nº DE ABSTENÇÃO  39.793   (20,53 %)
COMPARECIMENTO 154.077 (79,47 %)
VOTOS EM BRANCO 2.757 (1,79 %)
VOTOS NULOS 2.056 (1,33 %)
VOTOS VÁLIDOS 149.264 (96,88 %)
VOTOS NOMINAIS 139.326 (93,34 %)
VOTOS DE LEGENDA 9.938 (6,66 %)

Fonte: TSE

22 outubro, 2012

VEREADOR ERASMO MAIA AGRADECE VOTAÇÃO

Olá amigos! Quero agradecer a todos que estiveram comigo nesta campanha vitoriosa. Agradecer especialmente a minha família que nestes momentos de embates políticos e em outras ocasiões, nunca negaram o apoio. Agradecer aos que se dedicaram com alegria, responsabilidade e especialmente aos que leva
ram a minha mensagem de confiança para renovar por mais 4 (quatro) anos o mandato de vereador. Agradecer a você que votou na esperança de ter em mim e no Alexandre Von e Professora Maria José Maia, a certeza de que exerceremos os nossos mandatos com responsabilidade, dedicação, transparência e muito trabalho dedicado ao nosso povo. Este é o 4o. mandato seguido e seguramente o mais importante, pois tenho consciência do compromisso firmado em campanha. Também, quero agradecer profundamente os nossos candidatos do Democratas Santarém, que tiveram a coragem de enfrentar esta campanha. Mesmo depois de 8 anos na oposição, somos a terceira força política em números de votos proporcionais. Parabéns a todos nós! Com muito trabalho chegamos à vitória! Obrigado à todos e um forte abraço!

ERASM0 MAIA
VEREADOR

28 junho, 2012

Vereador Erasmo Maia solicita escola para comunidade de Jacamim

O requerimento de autoria do vereador Erasmo Maia aprovado na Câmara Municipal de Santarém solicitando a construção de mais uma escola municipal na comunidade de Jacamim foi acatado pelo governo e já está sendo construída com cinco salas de aulas conforme pedido do nobre vereador.
Clic na Imagens para Ampliar

19 junho, 2012

EDITAL CONVENÇÃO DEM - MOJUÍ DOS CAMPOS




EDITAL DE CONVOCAÇÃO


O  DEMOCRATAS - DEM, por seu Presidente da Comissão Executiva Municipal, de acordo com o estabelecido no Estatuto partidário e na legislação vigente, comunica que fará realizar CONVENÇÃO MUNICIPAL, das 13:00 h às 16:00 h  do dia 30.06.2012, Sábado, na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Governador Fernando Guilhon, sito a Tv. Princesa Isabel, s/n, nesta cidade, com a finalidade de homologar os seus candidatos a Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores às eleições municipais de 07.10.2012. Para o evento ficam CONVOCADOS: Membros da Comissão Executiva Municipal e filiados, que deliberarão sobre a seguinte:
ORDEM DO DIA
1 – Escolha e homologação dos candidatos do Partido aos cargos eletivos (Majoritário e Proporcional) de Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores;
2 – DELEGAR a Comissão Executiva Municipal competência para decidir sobre a formação de coligações com outros Partidos quer na majoritária quanto na proporcional e;
3 – O que ocorrer.
Mojuí dos Campos, PA, 18 de junho de 2012.
     Antonio Juvenal A. Oliveira
  Democratas/Mojuí dos Campos

15 junho, 2012

Edital da convenção Municipal do DEMOCRATAS‏ - Santarém


EDITAL DE CONVOCAÇÃO


O  DEMOCRATAS- DEM, por seu Presidente da Comissão Executiva Municipal, de acordo com o estabelecido no Estatuto partidário e na legislação vigente, comunica que fará realizar CONVENÇÃO MUNICIPAL, das 18:00 h às 22:00 h  do dia 29.06.2012, Sexta-feira, na sua sede, sito a Av. Mendonça Furtado, 2638, nesta cidade, com a finalidade de homologar os seus candidatos a Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores às eleições municipais de 07.10.2012. Para o evento ficam CONVOCADOS: Membros do Diretório Municipal; Parlamentares do Partido com Domicílio Eleitoral no Município; Delegados à Convenção Regional e Membros do Diretório Estadual com domicílio no Município, que deliberarão sobre a seguinte:

ORDEM DO DIA
1 – Escolha e homologação dos candidatos do Partido aos cargos eletivos (Majoritário e Proporcional) de Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores;
2 – DELEGAR a Comissão Executiva Municipal competência para decidir sobre a formação de coligações com outros Partidos quer na majoritária quanto na proporcional e;
3 – O que ocorrer.
Santarém, PA, 15 de junho de 2012.


        José Erasmo  Maia Costa
      Presidente do Democratas/Santarém

13 junho, 2012

Revolta na interdição da BR-163


O vereador Erasmo Maia (DEM), usou a tribuna na sessão deste 12 de junho, para esclarecer que a interdição da BR – 163, ocorrida no dia 11, foi a manifestação da revolta de moradores, com o acidente fatal ocorrido recentemente e que resultou na morte de duas pessoas. Erasmo disse que já manteve contato com o comando do 8º BEC, para que seja imediatamente recuperado o ponto da BR, onde  ocorreu o acidente e outros trechos que estão comprometidos.
O parlamentar informa que desde 2010 as comunidades das proximidades veem encaminhando documentos ao comando do 8º BEC, abaixo assinados inclusive. “Eu mesmo em 2011 encaminhei documento informando o problema e pedindo solução e, no entanto, nada foi feito”.
“Através do deputado federal Lira Maia e a interferência deste junto ao general  Paiva, conseguiu autorização para  que o 8º BEC executasse a recuperação do trecho onde ocorreu o acidente”. 
Fonte: CMS

24 maio, 2012

Vereador Erasmo Maia fala sobre a ação do MP

Em entrevista exclusiva, Erasmo Maia fala sobre a Ação Civil do MPE que pede sequestro de seus bens
O vereador Erasmo Maia quebrou o silêncio e, em entrevista exclusiva ao IMPACTO, dá sua versão sobre a repercussão da Ação Civil Pública por meio do Promotor de Justiça Nadilson Portilho, por improbidade administrativa. Em 1998, Erasmo foi ordenador de despesas, quando era Secretário de Governo de Santarém. A ACP sugere o sequestro dos bens de Erasmo, em pedido de liminar, cujo valor chega à casa de R$109.790,00, onde ele é acusado pelo MPE de “irregularidades nos processos licitatórios para confecção de material gráfico, por participação de empresas do mesmo grupo”.
Em nota, o Ministério Público Estadual destaca que “os processos de licitação que motivaram a ACP foram feitos por meio da modalidade Carta Convite. No primeiro, das quatro empresas participantes, três eram sediadas em Belém, sendo a representante da empresa Multigráfica Editora Com. & Resp. Ltda, a esposa do sócio proprietário da Empresa Multigráfica Ind. Ltda, única participante com sede em Santarém”. Por outro lado, o acusado conta com a prescrição do ato a seu favor, citando a (Lei 8.429/92), no art. 23. Acompanhe a entrevista:
JORNAL O IMPACTO: No seu entendimento o que motivou a desaprovação das suas contas?
Erasmo Maia: A desaprovação das contas teve como motivo tão somente a alegação de que empresas do mesmo grupo participaram de uma licitação modalidade carta convite para aquisição de material impresso.
JORNAL O IMPACTO: Mas o Senhor enquanto ordenador de despesas não teve noção de que sua decisão teria consequências, como a que ocorreu?
Erasmo Maia: A comissão de licitação dispensou a apresentação de documentação, pois os convites foram destinados a empresas selecionadas do cadastro da Prefeitura, sem observância da possibilidade de duas delas serem coligadas, razão pela qual, quando da homologação eu não tinha como saber quem eram os sócios das empresas. Assim sendo, não há de ser imputado nenhum ato que configure prática de improbidade administrativa, contra minha pessoa. O simples fato de ter homologado a licitação não configura ato doloso de improbidade administrativa, pois de todas as fases do processo foi o único que participei, ou seja, assinei o último ato.
JORNAL O IMPACTO: Mas o Tribunal de Contas detectou falha técnica em pelo menos um processo licitatório. Isso não lhe deixou em alerta?
Erasmo Maia: O corpo técnico do TCM não constatou nenhum desvio de recursos e nem conduta ilícita, tão somente falhas técnicas, em um único processo licitatório, falha essa que não causou prejuízo à municipalidade, pois o produto licitado foi devidamente entregue.
JORNAL O IMPACTO: Mesmo os produtos  que resultaram do processo licitatório, tendo sido entregues ao Município, como o senhor avalia a  “justa causa” entendida pelo MPE?
Erasmo Maia: Não há justa causa, haja vista que todo o produto da licitação foi entregue a municipalidade, o que fez com que: 1- Não tenha havido enriquecimento ilícito; 2- Não houve prejuízo a administração pública; 3- e por fim, como não houve dolo, não houve ato que atentasse contra os princípios da administração.
JORNAL O IMPACTO: Diante da ação, o senhor tem alguma arguição a ser apresentada para se contrapor aos às alegações do MPE?
Erasmo Maia: O direito de proposição de ação que vise à responsabilização por qualquer prática de ato de improbidade administrativa já prescreveu. A lei de improbidade administrativa aos agentes públicos (Lei 8.429/92), no art. 23, estabelece que as ações que visem imputar sanções previstas na referida lei prescreve em cinco anos após o término de exercício do mandato. Como fui exonerado em 03 de novembro de 1998, já passaram mais de 12 anos, razão pela qual, está prescrito o direito do Estado de impor qualquer sanção por prática de ato de improbidade administrativa.
JORNAL O IMPACTO: ACP pede ressarcimento. A prescrição também está sendo aventada a seu favor?
Erasmo Maia: Tal direito também encontra-se prescrito. O Código Civil, visando imprimir maior importância na segurança das relações jurídicas, estabeleceu prazo de 10 anos para as ações que visem ressarcimentos (Artigo 205), que estabeleceu também no artigo 189 prazo para contagem prescricional, ou seja, o dia do fato. Como o fato gerador que causou a reprovação das contas ocorreu em 1998, já se passaram mais de 12 anos, razão pela qual está prescrito o direito do Estado de pleitear possível ressarcimento.
JORNAL O IMPACTO: Independente da prescrição, há a acusação de improbidade. Como o senhor pretende provar que não praticou ato ímprobo?
Erasmo Maia: A prova principal da inexistência de ato ilícito é a própria decisão do TCM ao determinar no item III do acórdão o encaminhamento para o Ministério Público onde, expressa claramente, se o MP “divisar conduta ilícita”, certamente adotará as providências de sua alçada. Como no relatório o voto do relator do processo no TCM está claro que houve uma falha técnica que gerou a desaprovação das contas, apresentei recurso de revisão e estou aguardando uma decisão do órgão.
JORNAL O IMPACTO: O senhor tem noção de que uma ação como essa pode ter consequências refletidas contra o seu desempenho em ano eleitoral?
Erasmo Maia: Contra fatos não há argumentos. Alguns órgãos de comunicação aproveitaram a ação para fazer sensacionalismo barato. Reafirmo que a ação não representa risco iminente da minha inelegibilidade. Continuo, portanto, apto a participar do pleito. Não questiono os atos do Ministério Público, são passíveis de serem contestados, mas é estranho que após 12 anos, o MP tenha proposto essa ação, e justamente numa época que antecede o processo político eleitoral ao qual após a convenção provavelmente terei participação. Tenho certeza e a consciência tranquila de que inexiste neste caso, improbidade administrativa revestido de caráter doloso ou culposo, e que no final será arquivado e minha inocência será provada.
Fonte: RG 15/O Impacto/Blog do Betinho

17 maio, 2012

Minha Casa Minha Vida "Minha Cela"

Casa construída de Pré Moldado
Depois da denuncia que fiz na Tribuna da Câmara a Empresa "Em Casa" Tratou de desmontar as casas que estavam sendo preparadas para receberem concreto injetado, estão falando que o projeto estava sendo mudado de nome! "Minha casa minha cela".
 Vereador Erasmo Maia - Via Facebook

24 abril, 2012

Acidentes de transito: É tema de debate na Câmara Municipal de Santarém

Os vereadores Carlos Jaime (PT) e Erasmo Maia (DEM), no tempo destinado aos seus partidos, foram enfáticos em denunciar o auto índice de acidentes que vem ocorrendo em Santarém, inclusive com vitimas fatais.   
Com base em matéria publicada no Jornal de Santarém, Carlos Jaime disse que o somente na primeira quinzena do mês de abril, o trânsito em Santarém causou seis mortes, o que ele considera alarmante.
 
O vereador Erasmo Maia (DEM), que fez uso da Tribuna logo após Carlos Jaime referiu-se basicamente aos acidentes causados também em função da sinalização. O parlamentar pontuou as Avenidas Moaçara com Sergio Henn. 
São duas ruas importantes que recebem uma carga de veículos, onde o condutor não tem saída a não ser passar por essas vias, ali há sinais de um só momento, abre e fecha, tanto para um lado, como para outro. Obeserva.
Erasmo cobra da gestão municipal, o asfaltamento de avenidas paralelas tanto da Sergio Hemm, como Moaçara, que aliviaria o excessivo número de carros nessas vias, a mesma cobrança ele faz para a grande área do Santarenzinho, onde a concentração de veículos dá-se na Fernando Guilhon. 
Carlos Jaime e Erasmo Maia cobram da gestão municipal, através das secretarias competentes, políticas de soluções para o transito santareno para que sejam evitados os acidentes, muitos deles com morte, o que é pior. 
Fonte: CMS

18 abril, 2012

DEMOCRATAS: Reune Diretório visando eleições municipais

 O Partido Democratas de Santarém esteve reunindo nesta terça feira (17/04), o seu Diretório  Municipal e Pré Candidatos a vereadores com a presença do presidente estadual do Partido,  Deputado Federal Lira Maia, a reunião foi para dar uma direção nas ações do partido no município com relação ao pleito eleitoral deste ano,  segundo Lira Maia o DEM  está organizado em 139 municípios  do estado e Santarém não é diferente e onde ele faz questão de participar diretamente nas discursões  junto com seu presidente local o vereador Erasmo Maia e membros do Diretório Municipal.
Diante das discursões e propostas sugeridas  a idéia do partido nesta eleição é de apoiar o Pré Candidato do PSDB,  Deputado Estadual Alexandre Von, com relação ao candidato a vice a indicação deve ser do Democratas, mas ainda não tem nome definido, o partido deve lançar uma chapa forte de candidatos a vereadores completa..

17 abril, 2012

Câmara Municipal de Santarém festeja 70 anos de Sebastião Tapajós





A Câmara de Santarém homenageou festivamente na sessão desta segunda-feira, 16/04/2012, o violonista e compositor  santareno de renome  Internacional Sebastião Tapajós. Conferindo-lhe uma plaqueta assinada pelos 14 Vereadores, pela passagem dos seus 70 anos de idade, completados exatamente na data da homenagem.  
O requerimento foi de autoria do vereador Erasmo Maia (DEM), com apoio de todos os seus pares. Na impossibilidade da presença do presidente da Câmara José Maria Tapajós (PMDB), a sessão foi presidida pelo vice Presidente Emir Aguiar (PR).  
A esposa de Sebastião Tapajós Tânia Figueiredo Marcião, filhos, irmãos, genros e demais familiares prestigiaram a homenagem do Poder Legislativo ao violonista, que trouxe para o plenário da Câmara seus amigos violonista argentino Sergio Abalos e o deputado estadual Alexandre Von (PSDB) 
Não faltou o parabéns a você, fogos e a interpretação musical do violista Sebastião Tapajós e seu colega argentino Sérgio Abalos.  
Em opinião dos vereadores (as): O que significa Sebastião Tapajós?    
Marcela Tolentino (PDT): Ele representa a grandiosidade da cultura da região do Tapajós para o mundo, é um ícone, é um músico quase que perfeito. 
Ivete Bastos (PT): A homenagem ao Sebastião Tapajós é justa, eu que sou trabalhadora rural, cresci ouvindo o nome do artista, isso é muito importante, pois ele nos representa nacional e internacionalmente. 
Reginaldo Campos (PSB): Ele é a elevação da nossa cultura, uma vez que a nossa região tem no Sebastião Tapajós é uma referencia em nível de Brasil e de mundo, enaltece os artistas e o povo do Tapajós.
 
Mauricio Corrêa (PSD): É um ícone na cultura de Santarém, que muito ganha por ter um artista de tal magnitude. Sebastião Tapajós abrilhanta, eleva o nome de Santarém, no só no Brasil como mundo afora, levando a nossa arte. 
Bruno Pará (PDT): O músico Sebastião Tapajós para mim representa muito, desde a minha infância acompanho seu trabalho como grande violonista, nós ficamos orgulhosos de sermos representados culturalmente por esse homem, de sucesso no meio artístico em todo o mundo. 
Valdir Matias Júnior (PV): Sebastião Tapajós significa a representação cultural e artística de Santarém e região do Tapajós. Onde ele está, nas apresentações, no seu trabalho, representa o valor de nossa região. É um orgulho para todos nós, além de divulgar Santarém e a região. 
Gerlande Corrêa Castro (PSD): Sebastião Tapajós significa o fazer da história, um cidadão que tem levado o nosso município ao conhecimento do mundo. 
Erasmo Maia (DEM): O Sebastião Tapajós significa a mais pura expressão da arte musical do município de Santarém.  
Jailson do Mojui (PSDB): Ele é sinônimo de dedicação, as pessoas que acreditam naquilo que fazem com amor e paixão, dá certo e o Sebastião Tapajós é sinônimo de tudo isso aí. 
Carlos Jaime (PT): Ele representa toda a nossa cultura, os talentos que temos aqui na região, mas representa também o que de mais belo nós temos o rio Tapajós, Alter do Chão e nossas matas, como compositor e violonista Sebastião Tapajós é alguém que eleva o nome de Santarém internacionalmente.  
Hendrson Pinto (DEM): Ele é um ícone, o momento é ímpar de Santarém, em que a Câmara presta essa homenagem pela passagem dos 70 anos de Sebastião Tapajós, mas, sobretudo, pela importância de termos um altista tão ilustre para o mundo, para nós ele é motivo de orgulho, com um dom que poucos tem.  
Emir Aguiar (PR): Nesse momento em que a Câmara homenageia o músico e compositor Sebastião Tapajós, é o reconhecimento pelo trabalho que ele desenvolve em todo o Brasil e no mundo, levando a nossa cultura, o nome desta terra, é justa a homenagem que esta Casa de Leis presta como reconhecimento a esse grande homem. 
Outras opiniões  
Deputado Alexandre Von (PSDB): Para mim, que tenho a honra e o privilégio da sua amizade e o prazer e orgulho com o que ele leva o nome de Santarém e do Tapajós, inclusive no seu nome artístico, Sebastião Tapajós é a expressão do dom musical, que Deus lhe dê vida longa e ele possa continuar brindando nossos ouvidos e nossa alma, com o seu maravilhoso talento musical.  
Violonista argentino Sérgio Abalos: A parceria com Sebastião Tapajós começou desde 2009, quando estive em Alter do Chão, já tinha conhecimento de Sebastião Tapajós há cerca de 20 anos, através dos discos de Sebastião Tapajós, que meu avô comprava no exterior, quando tu falas em Sebastião Tapajós, falas no mundo erudito e popular. Heitor Vilas Lobos e Sebastião Tapajós em suas gravações são ícones que orientaram a todos os instrumentistas da América Latina, eu tenho o mínimo necessário para ter o privilégio de estar ao lado do mestre, ele é uma aula constante. 
Sebastião Tapajós Júnior (filho do violonista): A homenagem que a Câmara de Santarém presta ao meu pai é única, ímpar e mais que merecida, ele é uma lenda, um pai com honestidade e dignidade, os maiores valores que eu posso encontrar em um homem, encontrei nele. 
Mina Marcião: (irmão de Sebastião Tapajós): A homenagem da Câmara ao meu irão foi muito linda, agradeço a todos os vereadores. Muito obrigado.
Sebastião Tapajós: Questionado a respeito do significado da homenagem que recebe da Câmara, o violonista e compositor Sebastião Tapajós disse ser uma maravilha, só tenho que agradecer a iniciativa da Câmara de vereadores de Santarém, a gente faz o que pode é um prazer estar recebendo essa homenagem, é mais uma alegria na minha vida, que é feita assim de alegrias e tristezas, já estou imaginando a plaqueta na minha sala de música.

10 abril, 2012

Vereador Erasmo Maia cobra solução para a falta de água em Santarém

O vereador Erasmo Maia (DEM), na Tribuna pediu aos governos do município e do estado, para que dê de imediato, solução para o problema da falta de água em Santarém.  
Erasmo lembra que está completando ano que o governador do estado esteve em Santarém, visitou as obras das grandes cisternas construída pela Cosanpa,  ele deu a expectativa para a população, de que essas obras iriam ser retomadas, porem nós já estamos com um ano e três meses de governo. 
O parlamentar lembra  que são vários bairros de Santarém, que sofrem com a falta de água, "e nós precisamos de um posicionamento firme do governo municipal e estadual". Argumenta.
ASCOM - CMS

Democratas confirma seus princípios e Demóstenes deixa o partido


O Democratas fez valer o que tem como um dos seus princípios: não tolerar a corrupção e a improbidade. A postura do partido confirma a sua bandeira de não conviver com comportamento aético. Os democratas podem bater no peito, mais uma vez, e dizer que não convivem com a corrupção. Fato reconhecido pela imprensa como foi noticiado pelo Editorial do jornal O Estado de São Paulo edição de hoje:
"De qualquer modo, a atitude dos democratas é exemplar, principalmente se comparada à de outros partidos, entre eles muitos dos que se aconchegam na base aliada, PT e PMDB à frente. Para esses, que com o paradigma preferem os líderes que passam a mão na cabeça de seus "aloprados", parece prevalecer o princípio de que ética é uma coisa muito simples: basta não ser pego com a boca na botija."
 E, portanto, por conta de uma série de denúncias de envolvimento com o empresário de jogos ilegais Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, fato amplamente divulgado pela mídia, o senador Demóstenes Torres (GO) é acusado pelo Ministério Público por corrupção passiva, prevaricação e advocacia administrativa. Na tarde desta terça-feira, 3, o senador anunciou a sua saída do Democratas. O parlamentar goiano entregou a carta de desfiliação ao presidente nacional do partido, José Agripino (RN).
 "O partido tem uma história clara de não conviver com a aética. A situação do senador Demóstenes é ruim. Iniciamos a abertura de um processo, demos o prazo para ele se defender, mas hoje recebemos sua carta de desligamento do partido", anunciou o presidente Agripino, que também é líder da legenda no Senado. A abertura do processo contra Demóstenes Torres foi iniciada na noite dessa segunda-feira (2).
 O líder do Democratas na Câmara, ACM Neto (BA), acredita que, caso Demóstenes Torres não tivesse pedido sua desfiliação, as chances de ele ser expulso do partido eram significativas. "A gente não passa a mão na cabeça de quem quer que seja. Certamente o senador seria expulso. O partido sai desse episódio mais fortalecido e, sem dúvida, cortamos na própria carne. Demos tempo para ele apresentar sua defesa, mas ele preferiu o desligamento".